Two Ways
Bom Dia!

O mês de agosto acabou e setembro está quase no fim e eu ainda não postei nada! u.u
Mas a vida de abandono do Dois Caminhos está para chegar ao fim, pelo menos não vai passar este mês na abstinência! Espero =P

Não foi por falta de querer,e por mais incrível que possa parecer o tempo durante esta última semana (férias *.*) não foi escasso, mas o maior problema foi o que postar?!

Sim, a pessoa que escreve estes posts sem pé nem cabeça confessa que é uma pessoa pouco criativa, péssima para textos escritos, se bem que até para falar ela é ruim, mas tirando isso, ela tenta imaginar as palavras, o melhor arranjo no texto, uma pré-visualização do que poderia falar, e isso não é tão fácil quanto parece.


Claro que ela não é uma grande escritora, e se o fosse, certamente teria um best seller por aí. Mas ela sabe admirar bons escritos, é fã incondicional de Machado de Assis e suas inúmeras obras e ela baba oceanos por Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro. Mas também gosta de outros autores e na sua pequena biblioteca, sim, ela sonha em formar uma grande, há vários títulos, alguns que ainda não conseguiu ler, outros que de tanto ler já estão gastos.

Este texto é prova desta dificuldade. Desde sexta-feira ele está em processo de confecção, e creio que hoje deva sair. Não deve ser um produto espetacular, mas deverá expressar o que passa por esta confusa cabeça.

Inicialmente o texto iria falar apenas da proeza de conseguir, finalmente, integrar o formulário de comentário às postagens. Desde que o Pipeless falou que só faltava isso venho tentando implantar o formulário, claro que foram muitas tentativas frustradas, muita leitura de tutoriais disponíveis na net, até que na sexta-feira consegui um tutorial muito bem elucidativo.

Esta pessoa aqui é uma total leiga em se tratando de códigos, formatações, estruturações de páginas eletrônicas, e quando o Blogger ainda era HTML ela ainda tentava entender e foi graças ao Cristiny on Line que ela começou a entender, mexendo no código disponibilizado por ela para que outros usuários pudessem modificar à vontade. Claro que edição de imagens também não é meu forte, mas até que eu conseguia fazer muitas coisinhas bonitinhas, tudo seguindo os tutoriais da Cristiny (que também ensina edição de imagens). Mas aí o Blogger mudou e um tal de CSS povoou meus pesadelos.

Quando vi aqueles códigos em que não reconhecia nada além do formato de cores, simplesmente pensei: ‘tou lascada. E apelei para o melhor jeito naquela época, buscar um template básico do blog. A imagem inicial eu fiz, com a ajuda de um editor de imagem, e ela ficou bem legal, pois sou péssima para combinar cores. E então, aquele seria meu template até o falecimento do bloguito (o que espero que seja daqui a muitooooooo tempo).

Mas parece que chega um determinado tempo que você precisa mudar, precisa de nova inspiração e sempre que ia visitar outros blogs os templates deles sempre eram beldades para os olhos. E ao ler um texto escrito pela Ariane, do TNB, vi que se quisesse aprender teria que ler e todo o conhecimento estava ali, pronto para ser absorvido. Ela também não tem graduação acadêmica em designer gráfico, mas faz verdadeiras obras de arte, e posso dizer que tem uma senhora graduação em templates.

Segui seu exemplo e pegando um dos templates disponibilizados por ela, templates limpos e que ela disponibiliza para que possamos mexer, peguei um blog de testes e fui alterando, mexendo aqui, combinando cores dali, até começar a compreender a funcionalidade do CSS. Fiz as mudanças que queria e pronto, mudei. Algumas widgets sumiram, como a de blogs que visito e recomendo, a de imagens de meus personagens de RPG, mas tudo reversível e que pude recolocar novamente. Mas não funcionou o formulário de comentários. Simplesmente ele tinha desaparecido, sem falar que esqueci que o bloguito tem estatísticas no Google Analytics e simplesmente não havia nenhum dado por mais de uma semana. Ok, não sou muito ligada a saber quem visita ou quantas visitas tenho, mas puxa, ver que ninguém nem se quer abria o blog por engano me deu um desespero, e pensei em voltar o template antigo por achar que talvez este seria o problema.

Mas não era isso, quando mudei o lay deletei o código do Analytics e ele não podia pegar dados do blog, e quando descobrir isso foi um alívio. Afinal, ao menos as minhas visitas ele iria computar novamente.

Entretanto continuava o problema com o formulário. Peguei ajuda no próprio Help do Blogger e “solucionei-o”, mas ainda ficou sem aparecer aquela avaliação do post, se é legal, ruim, serve e outras coisinhas. Ainda pretendo consertar isso. Mas aí, veio o José e falou do formulário e como disse mais acima, procurei tutoriais que me ajudassem a fazer a formatação e quando pensei que consegui fiz um teste e o formulário não aparecia ;_; o que é frustrante. Deixei o formulário em pop-up e aí, na sexta eis que um anjo me ajudou a compreender o que eu fazia de errado.

Graças ao HtmHelen eu consegui compreender a formatação do código do comentário e a finalmente configurar o formulário acoplado ao post. Aproveitando que estava mexendo mesmo, resolvi mudar um pouco também aquela citação, colocando uma imagem bonitinha no fundo, para ficar destacado, como merece!

E agora vou fazer o teste. Espero que dê certo. Assim, este post, além de não falar nada muito útil, será de teste. :-)

O código do Blockquote eu aprendi e utilizei por base o tutorial desenvolvido por Templetes para Você. É um tuto fácil de seguir e de aprender. Vale a pena conferir!

Templates para você


E assim, eis que surge um post por aqui, que saiu totalmente diferente do que havia imaginado como primeiro post deste mês de setembro, afinal, gostaria de colocar aqui uma história que escrevi quando estava na oitava série (há muito, muito tempo, podem acreditar). Quando estava em casa, de pseudoférias, fui organizar alguns arquivos, e eu guardo meus livros e cadernos de praticamente toda minha vida escolar e achei a história lá, em um livro em que costumava escrever. Um dia ainda conto minhas aventuras com este livro e como ele surgiu, mas isso é para outro post!
2 Responses
  1. José Lopes Says:

    Hehehe!
    Agora eu gostei! Deu trabalho, mas ficou ótimo!
    Parabéns!


  2. denise Says:

    agradeço sua visita ao nãogostodeplágio. coloquei dois caminhos na lista de links.
    muito interessante seu artigo. visitei os "templates para você", sensacional! vou aprender muito.
    abraço
    denise


Postar um comentário

Somos frutos de nossas escolhas...
Qual a sua escolha?